Quino, de novo, atemporal

Eis por que esse argentino é um monumento nacional. E a comprovação de que a verdadeira arte atravessa as décadas, e mantém-se ativa, certeira, atualíssima. A sequência abaixo, criada e reproduzida nos anos 1980, poderia ter sido desenhada ontem. Ou em qualquer época futura.

 

About the author

Francisco Grijó

Francisco Grijó, capixaba, escritor, professor de Literatura Brasileira, atual secretário de Cultura de Vitória (ES)

1comment

Leave a comment: