• Home  / 
  • Author's archive:
About the author

Francisco Grijó

Francisco Grijó, capixaba, escritor, professor de Literatura Brasileira, atual secretário de Cultura de Vitória (ES)

Share

Prince e Harrison (nem tão) suavemente chorando

By Francisco Grijó / 21 de junho de 2018

Vivo estivesse, Prince teria feito 60 anos neste mês de junho. Um artista completo, de quem Miles Davis, um de meus ídolos, disse ser o Duke Ellington dos anos 1980. Miles podia ser um tanto polêmico quando queria, mas, nesse caso específico, creio que nem sequer tenha exagerado. Prince, guitar hero, gênio excêntrico, chegou-me da […]

Share

Gabriel, o jornalista

By Francisco Grijó / 17 de junho de 2018

Há 21 anos, um querido amigo presenteou-me com Notícia de um Sequestro, de Gabriel García Márquez, colombiano que levou um merecido Nobel em 1982. García Márquez não está entre meus preferidos, na América Espanhola, mas é grande, sabe narrar, é versátil – embora tenha escrito vários livros que, num certo sentido, são o mesmo. Enfim, […]

Share

Filmes (re)vistos #3: O Dia em que a Terra Parou, 1951

By Francisco Grijó / 13 de junho de 2018

O norte-americano Robert Wise montou Citzen Kane, o clássico de Orson Welles, apreciado pelos cinéfilos. Assinou Punhos de Campeão, um aclamado filme sobre o boxe. Poderia ter morrido feliz e realizado, mas optou por fazer de Julie Andrews uma noviça que cantava My Favourite Things – tema que John Coltrane imortalizaria, mas isso é outra […]

Share

A canção atual é ruim?

By Francisco Grijó / 7 de junho de 2018

A vantagem de ser o chefão do blogue é a de se escrever o que se quer, sem interferências. Criei uma tag listas, na qual embuti o melhor do jazz, discos de Chico Buarque e, de quebra, o que li de fundamental. Listas divertem – eu já disse isso. Há alguns anos me chegou uma […]

Share

Mulheres #5: Ornella Muti, 63

By Francisco Grijó / 30 de maio de 2018

Se você não viu A Garota de Trieste, veja! Ornella Muti, aos 27 anos, no esplendor da beleza! Algo fora deste mundo, um monumento, o máximo em sensualidade. Não, não veja pelo filme – que não é grande coisa! -, mas por Ornella, o grande motivo pelo qual boa parte da juventude italiana dos anos […]

Share

Deus o abençoe, Kurt Vonnegut!

By Francisco Grijó / 27 de maio de 2018

Se vivo, Jack Kevorkian teria feito 90 anos, ontem, 26 de maio. Para quem não se lembra – ou não sabe -, Jack Kevorkian foi aquele patologista norte-americano, de origem armênia, que polemizou em torno da eutanásia. Considerava o suicídio um direito inerente ao homem, principalmente quando a ideia de tirar a própria vida implicava […]

Share

Fala! #6: Philip Roth

By Francisco Grijó / 23 de maio de 2018

“A religião era uma mentira que ele identificava ainda bem jovem, e todas as religiões pareciam-lhe insuportáveis, todas as superstições religiosas eram bobagens sem sentido, uma criancice; não suportava aquela total falta de maturidade – aquele vocabulário infantil, aquela santimônia e aqueles carneiros, os ávidos fiéis. Para ele, nada de conversa fiada a respeito da […]

Share

Ginastera, o Grande

By Francisco Grijó / 20 de maio de 2018

Recebi um mail de um leitor deste blogue. Um dos seis ou sete. Reclamou que tenho dado pouca atenção a “um espaço tão criativo”. As aspas existem porque são palavras dele; não minhas, embora eu as tenha recebido de ouvidos, olhos e braços abertos. Tenho tido pouco tempo, e também pouco assunto que a mim […]

Share

Quino, de novo, atemporal

By Francisco Grijó / 7 de maio de 2018

Eis por que esse argentino é um monumento nacional. E a comprovação de que a verdadeira arte atravessa as décadas, e mantém-se ativa, certeira, atualíssima. A sequência abaixo, criada e reproduzida nos anos 1980, poderia ter sido desenhada ontem. Ou em qualquer época futura.  

1 2 3 9
Page 1 of 9