All posts in "jazz"
Share

Dizzy Gillespie, aos 100

By Francisco Grijó / 20 de outubro de 2017

Se vivo, Dizzy Gillespie, neé John Birks, estaria, amanhã, dia 21, fazendo 100 anos. Um dos maiores nomes do Jazz; um dos grandes músicos do século que, diferentemente de sua música, ficou para trás. AQUI, com seu quinteto: James Moody, sax; Kenny Barron, piano; Chris White, baixo; Rudy Collins, bateria. Uma curiosidade: a partir de 21:50, Chega […]

Share

Quem é Miles Davis?

By Francisco Grijó / 14 de outubro de 2017

Assisti a Miles Ahead, o filme que Don Cheadle fez sobre Miles Davis. Descarte a possibilidade de ser uma película biográfica. Não é, definitivamente, embora se utilize de elementos da vida do trompetista. Soaria estranho não utilizar. A narrativa não é linear (como muitos solos de jazz), misturando alucinações, lembranças, possibilidades, registros reais. Miles merece […]

Share

O Melhor do Jazz #3: vocais

By Francisco Grijó / 27 de setembro de 2017

Esta senhora é a peça chave da Santíssima Trindade do jazz vocal. É a maior cantora do gênero, na opinião deste que escreve. E este é seu melhor disco – dos 58 que possuo. São 38 faixas de vários compositores – priorizando, evidentemente, canções que Ellington compôs ou, com sua orquestra, executou. Destaque para Caravan, […]

Share

O Jazz agoniza em La La Land?

By Francisco Grijó / 20 de setembro de 2017

Assisti – finalmente! – ao filme La La Land, na tevê, canal fechado. É dos bons. Boa música, boas interpretações, boa história – e três declarações de amor: ao jazz, ao cinema e a Los Angeles. Não é difícil apreciar a película, mesmo para aqueles que abominam musicais e os consideram nostalgia geriátrica. Um desfecho […]

Share

O Melhor do Jazz #2: álbuns de estúdio

By Francisco Grijó / 14 de setembro de 2017

A continuação. Numa anterior postagem, a partir de um desafio de Lucas Lessa, apreciador do jazz e do Ipsis Litteris, escrevi sobre os melhores discos de jazz ao vivo. Cinco, na minha opinião. A subjetividade mandando ver. Agora, os cinco melhores em estúdio – as mesmas regras, a mesma visão pessoal, o mesmo blablablá. My […]

Share

O Melhor do Jazz #1: álbuns ao vivo

By Francisco Grijó / 1 de setembro de 2017

Entendem de propostas tão desafiadoras quanto perigosas? Pois meu amigo Lucas Lessa, músico e contumaz apreciador do jazz, além de frequentador do Ipsis Litteris, fez-me uma – qual seja: listar os melhores discos de jazz que conheço (e possuo). Não é fácil. Listas têm, de um modo geral e na visão da maioria de quem […]

Share

Os amigos de Herman Leonard

By Francisco Grijó / 16 de agosto de 2017

Herman Leonard é o maior fotógrafo do jazz. Ponto. Essa afirmação será confirmada por si só, nesta postagem. Não há, penso, necessidade de palavras que possam definir a sensibilidade + talento + oportunidade de capturar as imagens que este senhor capturou durante anos acompanhando grandes nomes do gênero. É o gênio da raça, o apogeu, […]

Share

Campeão peso médio do sax

By Francisco Grijó / 13 de agosto de 2017

Imagino-me numa armadilha: escolher quem foi o melhor saxofonista com quem Miles Davis trabalhou. Charlie Parker seria a resposta óbvia: o próprio Miles diz isso em sua biografia, mas com Bird a coisa se deu ao avesso do que quero perguntar. Ou seja: Miles foi sideman de Parker. Quero saber quem foi o melhor saxofonista […]

Share

Brubeck & a Bossa

By Francisco Grijó / 17 de julho de 2017

Os puristas dirão que exagero, mas insisto em uma afirmação há 30 anos: o quarteto de Dave Brubeck (ele próprio, Joe Morello, Gene Wright e Paul Desmond) está entre as grandes formações do gênero em qualquer época. Para muitos, os vários grupos encabeçados por Miles Davis, nas décadas 1950/60, são o que há de melhor. […]

Share

Art & os Mensageiros

By Francisco Grijó / 2 de julho de 2017

Alguém já disse que escrever sobre música é como dançar sobre arquitetura. A frase é boa, mas limita a arte a um sentido específico – o que é, grosso modo, uma inequívoca injustiça. Nos primórdios do Ipsis, escrevi muito sobre jazz, meu gênero preferido, meu prazer obrigatório. Claro: aprecio a emepebê, o rock, o blues, […]

Page 2 of 2